Após o Congresso ter se tornado o principal foco de atrito com o ex-chanceler Ernesto Araújo, parlamentares comemoraram nesta segunda-feira (29) a saída do ministro das Relações Exteriores, mas sinalizaram que vão manter a pressão para evitar a nomeação de um nome ideológico para o posto. Ernesto Araújo pediu demissão nesta segunda-feira depois de pressão da cúp...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários