Em vez de pôr fim ao impasse sobre o Brexit, a saída de Theresa May abre a perspectiva do que há muito tempo é considerado o pior pesadelo para a União Europeia, ou seja, um Reino Unido comandado por Boris Johnson, que é acusado por muitos na UE de ser o causador da confusão com sua campanha com base em falsas promessas. Se May era uma figura previsível com uma es...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários