Uma trabalhadora de saúde que foi infectada pelo vírus ebola foi transferida da Escócia para a capital inglesa, Londres, onde receberá tratamento especializado.

A mulher chegou à unidade de isolamento do Royal Free Hospital, no norte de Londres nesta terça-feira. Ela foi transferida de Glasgow em um avião de estilo militar em uma barraca de quarentena.

A britânica havia chegado no Reino Unido no domingo à noite (horário local) a partir de Serra Leoa e ficou doente na segunda-feira de manhã. Autoridades dizem que ela é a primeira paciente com diagnóstico de ebola dentro da Grã-Bretanha. A sua condição é descrita como "estável" e ela ainda está nas fases iniciais da doença.

A mulher tinha trabalhado com a Save the Children em Serra Leoa para ajudar as pessoas com a doença. Autoridades dizem que o risco para o público no Reino Unido é extremamente baixo. 

Leia mais:

AirAsia: mais de 40 corpos são resgatados do mar

Jornal britânico diz que Petrobras virou 'vergonha nacional'