tivistas sudaneses alegam que 16 pessoas, incluindo um soldado, foram mortas desde que os militares forçaram a saída do presidente Omar al-Bashir do poder na quinta-feira, após meses de protestos. O Comitê de Médicos do Sudão, afiliado à Associação de Profissionais do Sudão, que lidera os protestos, disse neste sábado que 13 pessoas foram mortas a tiros na quinta-f...
Faça o seu cadastro e acesse até 05 matérias exclusivas por mês gratuitamente.
ou
Aproveite todo o conteúdo do site de forma ilimitada!
Assine O Popular!
QUERO SER ASSINANTE

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários