Um ataque supostamente promovido pelo grupo terrorista islâmico Boko Haram deixou pelo menos 24 mortos na Nigéria. Um grupo de jovens que vigiava a região de Monguno, no Estado de Borno, sofreu uma emboscada e além dos mortos outros 36 estariam desaparecidos.
 
O grupo de jovens, chamado Força Tarefa Civil Conjunta, disse que os terroristas usavam uniformes militares e se aproximaram em veículos de patrulha camuflados. "Nós estamos sofrendo muitos ataques e o número de mortes está aumentando. Eu estou com medo, assim como alguns dos meus amigos vigilantes", comentou Shehu Ibrahim.