A vice-presidente da Argentina, Cristina Kirchner, afirmou no sábado (8) que o governo não vai pagar sua dívida com o FMI (Fundo Monetário Internacional) até o país sair da recessão. Afirmação foi feita na Feira internacional do Livro, em Havana, durante apresentação do seu livro “Sinceramente”. “A primeira coisa que temos que fazer para poder pagar é sair da rec...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários