A União Europeia (UE) criticou duramente, neste domingo (28/07), a detenção de mais de 1.000 pessoas em manifestação da oposição em Moscou, no sábado, em defesa de eleições regionais livres e justas em setembro. Em comunicado, a chefe da diplomacia da UE, Federica Mogherini, considerou que essas prisões e o uso desproporcional de força contra manifestantes pacífi...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários