O Conselho Nacional Eleitoral do Equador declarou o governista Lenín Moreno, que foi apoiado pelo atual presidente Rafael Correa, vencedor das eleições presidenciais, no começo da tarde de ontem. “Após contabilizar 99,65% dos votos, podemos informar ao país os resultados oficiais, que já são irreversíveis”, disse o presidente do organismo, Juan Pablo Pozo. Moreno...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários