Com ironia, ele costuma dizer que saiu de Goiânia, onde nasceu, para viver em São Paulo em busca de “calma e tranquilidade”. Sucesso ele sempre fez nos palcos como vocalista da banda Pedra Letícia e em seus shows de stand-up comedy pelo País. O que parecia improvável é que o talento para arrancar gargalhadas também conquistasse o público da TV. Fabiano Cambota, além de destaque do talk show de Fábio Porchat, é apresentador do programa A Culpa é do Cabral, cuja quarta temporada estreou este mês no canal por assinatura Comedy Central, do império televisivo da Viacom, dona também da MTV e da VH1 .

Em A Culpa é do Cabral, o músico e comediante goiano, ao lado de um time de humoristas formado por Nando Viana, de Porto Alegre, Thiago Ventura, de São Paulo, Rodrigo Marques, de Recife, e Rafael Portugal, do Rio de Janeiro, recebe convidados como Falcão, Nany People, Otávio Mesquita, Supla, Helô Pinheiro e Dadá Coelho. Na nova temporada, serão 13 episódios e a ideia continua sendo comentar e trolar os costumes e situações que são características do Brasil e dos brasileiros.

“O tom é sempre o da conversa divertida. A gente só expõe na TV uma conversa entre humoristas. Tenho a função de guiar, mas o programa nada mais é do que uma versão para TV de um papo delicioso sobre os assuntos do Brasil”, explica Cambota. O programa estreou em 2016 e a ideia foi inspirada na série latina La Culpa És de Colón. Quando o projeto foi apresentado, os humoristas não tinham noção do alcance que teria. “Ao gravar a primeira temporada, nos divertimos tanto que sabíamos que, se o público entendesse a proposta e se divertisse junto com a gente, seria um sucesso. Logo nos primeiros episódios, as respostas nas ruas e na internet foi fenomenal”, conta.

A maneira cômica, ácida, divertida e nem sempre politicamente correta com que os comediantes tratam temas do País conquistou fãs e colocou em evidência o talento do goiano. O convite para apresentar o programa veio do Comedy Central e Cambota, de cara, topou. Não só pelo projeto, mas pela oportunidade de trabalhar com amigos. “Já era muito próximo do Nando e do Ventura, o maior nome da minha geração de humor. O Rodrigo eu já conhecia, mas ele morava no Recife. O Rafa era o único que não conhecia pessoalmente, mas foi um presente. Não só por ser um humorista sensacional, mas também por ser um amigo tão querido”. Os episódios inéditos de A Culpa é do Cabral vão ao ar, às terças-feira, às 23 horas, no Comedy Central.