Quando a terra tremeu no Haiti, em janeiro de 2010, o mundo não poderia imaginar que começava ali uma tragédia capaz de ceifar a vida de centenas de milhares de pessoas e de transformar totalmente a existência de quem escaparia daquela que foi uma das piores catástrofes naturais da história. Quando o assunto é tocado com os haitianos, o semblante fica mais triste e o o...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários