“A ideia de transferir a capital do Estado de Goiás não era um assunto virgem na quarta década do século 20. Ao contrário. Esteve em cogitação diversas vezes nos períodos colonial, imperial e republicano”, escreve Jales Guedes no livro A Invenção de Goiânia: O Outro Lado da Mudança. “Ao retomar impetuosamente o ideário mundancista, o movimento revolucionário de 1930 desfraldou a b...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários