Por um lado, a vontade de receber milhares de turistas que fazem da cidade o porto seguro durante as férias de julho. Do outro, a necessidade de evitar a propagação do novo coronavírus. Acumulando as funções de secretário de Turismo e de Saúde de Aruanã, Paulo Valério da Silva conta que tem convivido com o dilema que aumenta com a proximidade do mês de julho, qua...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários