Mulheres compositoras e intérpretes são o foco de apresentação especial da Orquestra Sinfônica Feminina de Goiânia, com formação apenas feminina, sob a regência de Katarine Araújo, e das cantoras solistas Sarah Orioli, Sabah Morais e Maria Eugênia, nesta terça-feira, no Teatro Sesi. Obras de Cecile Chaminade, Fanny Mendelssohn, Ethel Smyth, Ivone Lara, Chiquin...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários