“Por favor, qual é a senha para acessar a internet?” “Faina, sim. Tudo junto e minúsculo.” No principal restaurante da cidade, quem quiser se conectar precisa digitar, para não esquecer: fainasim! Sim! Faina, sim! Eis um mantra, um lema, quase palavras de proteção que os moradores da pequena localidade de 7 mil habitantes, situada entre a histórica ci...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários