Inicialmente, as aulas foram suspensas por 15 dias, mas Cristal Borges conta que houve mais um adiamento do retorno por conta do agravamento da pandemia de coronavírus. A previsão é que retornem no final de abril. “A decisão da escola foi muito acertada, precisamos garantir nossa saúde acima de tudo. Mas, de início, fiquei preocupada, porque já tinha me planejado para as próximas semanas e tive de mudar tudo para estudar só em casa”, conta. O colégio está realizando aulas on-line e passando atividades e simulados por meio da plataforma que possui e criou um plantão de dúvidas.

Além das aulas obrigatórias, Cristal está acompanhando outras vídeoaulas de cursinhos que estão disponibilizando acesso gratuito. “Isso é muito bom para você rever conteúdos que não estão sendo passados agora. Aproveitei para estudar matemática básica, por exemplo”. Para ela, essa dica pode funcionar como bom reforço. “Quanto mais você reforça suas bases, melhor se sai nesse conteúdo. Na correria do dia a dia, a gente não consegue”, explica.

A rotina de Cristal virou de cabeça para baixo. “Tive de criar uma nova. Costumava passar a tarde no colégio, mas estou aproveitando agora para me dedicar a conteúdos que tenho mais dificuldade”, conta. “A parte mais difícil de ficar em casa talvez seja a agitação e apreensão em relação a esse momento”, confessa. Por isso, reservar um tempo para se divertir e se descontrair também entra no novo planejamento da estudante. “Ser produtivo é importante, mas manter a cabeça boa também.”

Com o plano de estudos ficando principalmente por conta do próprio aluno, a maneira de se abordar os conteúdos no precisa ser monótona. “Com tempo mais livre, dá para estudar de maneira mais divertida. Podemos, por exemplo, assistir a um filme que ajuda a contextualizar o assunto”, recomenda.

Outra dica de Cristal é para quem não conseguiu organizar os estudos na nova rotina. “Fazer uma relação dos conteúdos que se tem mais dificuldade, para se dedicar mais a eles. A partir disso, criar compromissos: terça, estudo geografia; quarta, história”. As vídeoaulas ajudam a sanar eventuais dúvidas. O importante é criar opções para se manter ativo e positivo.