Rupi Kaur chove no molhado. Desde sua primeira coletânea de poemas, Outros Jeitos de Usar a Boca, a jovem autora, que bombou na internet, se serve de suas duas raízes. De um lado, o fato de ter nascido na Índia e pertencer a família indiana lhe garante uma sabedoria involuntária, atávica aos que vieram do país com mais conhecimento espiritual do mundo. Acontece que ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários