Em 6 de dezembro de 1745, o Vaticano publicou a bula Candor Lucis Aeternae (Candor da Luz Eterna), assinada pelo papa Bento XIV. O documento, pouco conhecido pela maioria das pessoas, tem uma relevância imensa para os destinos goianos. A partir daquele dia, estava criada a Diocese de Goiás, com sede na antiga Vila Boa, mas os fiéis só veriam passar pelas ruas de pedra d...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários