Fonte infinita de descobertas e revelações no audiovisual, o cineasta sueco Ingmar Bergman (1918-2007) é considerado por muitos estudiosos do cinema como o maior diretor do século 20. Seus filmes, em tons existencialistas e filosóficos, reafirmam a natureza humana em personagens que desafiam memória, morte e identidade. Se estivesse vivo, Bergman completaria h...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários