Um palco dividido em quatro espaços, cujas arestas quadradas recriam cômodos de apartamentos que se amontoam cotidianamente. Dentro de cada quadrado, seres solitários permanecem divididos por paredes. Atual, o espetáculo Divíduo parece ter sido criado pelo coreógrafo Henrique Rodovalho em tempos de isolamento social, mas foi lançado em 1998, ato que ajudou a ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários