O maior super-herói da DC Comics, Super-Homem, teve seu primeiro volume lançado no ano de 1938, um ano antes de estourar a Segunda Guerra Mundial (1939-1945). Durante o conflito a empresa predecessora da DC, a National Periodical Publications distribuiu aos soldados estadunidenses edições da HQ com o propósito de entretê-los, ensiná-los a ler e fixar a rivalidade com os nazistas.

Em 1941, foi a vez de a Marvel criar “o soldado perfeito”. Nasceu então o Capitão América, um americano com grandes valores morais e força sobre-humana que tem como arqui-inimigo, o nazista Caveira Negra. Essa técnica de sedução opinativa através da cultura foi utilizada pelo Tio Sam durante todo o decorrer da Grande Guerra e foi aderida também por empresas de animação famosas como a Disney.