A estreia de O Escândalo na semana em que se iniciou o julgamento de Harvey Weinstein, nos Estados Unidos, tem um quê de oportunidade. O debate sobre assédio acaba ganhando força quando estão em evidências dois casos envolvendo poderosos que se valem de suas posições para obter favores sexuais. Protagonizado por nomes de peso do cinema – Charlize Theron, Nicole Kidman ...

Você se interessou por este conteúdo?

Seja nosso convidado.

É só usar as chaves para abrir até
5 conteúdos por mês.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários