Entre a música e a literatura, o compositor e escritor Paulo Guicheney vê o seu trabalho como uma sublimação dos traumas que vivenciou. É esse o ponto de partida para o Tempo de Atirar Pedras e Dançar (Martelo Casa Editorial), livro de estreia do autor que é também professor de Composição na Escola de Música e Artes Cênicas (Emac) da UFG. Um único e longo poem...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários