Vestir o collant e o tutu, calçar as sapatilhas e ir para a aula de balé. Um sonho de infância da jornalista Erika Lettry tornou-se realidade aos 39 anos. Há cerca de um mês e meio, a vontade falou mais alto que a falta de confiança e ela descobriu uma atividade prazerosa, que vai muito além do físico. “Eu tinha mil limitações na cabeça: que estava velha, não tin...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários