A ideia inicial era auspiciosa: uma imersão aprofundada pela experiência da leitura dentro da biblioteca do Centro Cultural Oscar Niemeyer. Com o isolamento social, a produtora cultural Juliana Mado agora precisa repensar e adaptar o projeto Pra Ler o Mundo, aprovado no edital de 2018 do Fundo de Arte e Cultura de Goiás (FAC). Em um setor que emprega 5 milhõe...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários