“O meu caso foi como o da maioria das pessoas que se infectam: eu não sabia de nada. Estava dentro de uma bolha e, no momento que recebi o diagnóstico, eu achei que morreria”, relata o DJ e produtor cultural Lucas Manga, de 35 anos, que vive com HIV desde junho de 2018. “Mas foram os únicos 5 minutos em que estive sozinho. Desde o início, contei com pessoas me dando suport...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários