As tradicionais Cavalhadas e a Festa do Divino Espírito Santo de Pirenópolis, que estavam marcadas para acontecer entre 31 de maio e de 2 de junho, não serão realizadas em 2020. Essa é a primeira vez em mais de 200 anos que as celebrações serão suspensas. As medidas foram tomadas para ajudar a combater o avanço do novo coronavírus em Goiás.

A decisão foi discutida durante uma reunião nesta quinta-feira (26) entre o prefeito da cidade, João do Léo (DEM), representantes da Paróquia Nossa Senhora do Rosário e do rei cristão da festa, Adail Luiz Cardoso.

As Cavalhadas são o ponto alto da Festa do Divino Espírito Santo de Pirenópolis, que detém o título de Patrimônio Cultural do Brasil concedido pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan). As celebrações encenam as batalhas entre mouros e cristãos.

Fogaréu

Conforme decisão do último dia 18 de março, a Procissão do Fogaréu, que estava marcada para o dia 8 de abril, também foi oficialmente cancelada. A informação foi confirmada ao POPULAR pelo presidente da Organização Vilaboense de Artes e Tradições (OVAT), Rodrigo Passaro, que é um dos organizadores do evento, que ocorre na cidade de Goiás.

 A medida foi adotada como forma de evitar a disseminação do novo coronavírus. A estimativa da organização era de que entre 60 mil e 65 mil pessoas participassem do evento neste ano.