Morreu nesta quinta-feira (30) em Goiânia, vítima de parada cardíaca, a escritora e arquivista Marilda de Godoi Carvalho, de 87 anos, pioneira da capital. Marilda é autora, em parceria com as irmãs Augusta e Terezy de Godoi, de dois livros de poemas, contas e crônicas. Membro da Academia Feminina de Letras de Goiás, Marilda foi a responsável pela montagem do arquivo histórico da Agepel. A escritora sofreu parada cardíaca por voltas das 17 horas desta quinta-feira (30), quando estava com as irmãs escritoras e demais familiares.

O corpo será velado no Cemitério Jardim das Palmeiras, onde será sepultado às 17 horas desta sexta-feira (1º). Marilda deixa cinco filhos, sendo quatro mulheres – dentre elas a escritora Denise Godoy – e um homem, netos e bisnetos.