O guia de turismo explicou que se o quadro fosse tocado e o pedido feito com muita fé, o casamento seria uma certeza. No meio do grupo, ela até tentou disfarçar o interesse, mas bastou a sala esvaziar para se equilibrar na ponta do pé e tentar tocar o bendito quadro. “Eu tenho 1,53 e quando cheguei perto, achei que não ia conseguir porque era muito alto. Fiz u...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários