Sair de casa, comprar os bilhetes e a pipoca, entrar na sala de cinema e assistir ao filme em cartaz na tela grande foram uma das coisas que o fotógrafo Kirah van der Lemon, 29, mais sentiu falta nos primeiros meses de pandemia. “Cinema é minha maior paixão. Até comprei um projetor para ficar em casa, mas não é a mesma coisa que uma sala de cinema”, diz. Com o ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários