Enquanto sistemas de saúde colapsam em várias capitais, o líder do país onde a tragédia está ocorrendo diz que vai promover churrasco, passeia de jet ski e pergunta, diante da catástrofe descomunal: “E daí?” No meio desse cenário terrível, uma famosa ex-atriz minimiza as mortes e canta uma musiquinha que remete a um período de arbítrio e torturas. Parece até enredo de s...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários