Nesta semana, o principal jornal da França, o Le Monde, dedicou uma reportagem de destaque a Machado de Assis e ao fato de que agora, mais de 180 anos após seu nascimento e 112 depois de sua morte, finalmente discute-se que o maior escritor brasileiro era negro. O jornal enfatiza que esse reconhecimento é emblemático no enfrentamento de preconceitos que fizeram Machado pa...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários