Nada como um lugar sortido. Tem pimenta, polvilho, panela de ferro e cerâmica, colher de pau, bule, conserva de guariroba e pequi, doce de tudo quanto é qualidade, berrante, artesanato, pote, enfeite, mensagem de pregar na parede, farinha, feijão de corda, queijo de trança e requeijão, chapéu de lida na roça e rede de descanso em casa. Nas margens da BR-153, ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários