Quando estava plantado em um vaso, o limoeiro da professora e coordenadora escolar Waléria Escher Cândido, de 56 anos, estava tímido. “Quando foi colocado na terra, cresceu a perder de vista”, conta. Ela sempre gostou de mexer com plantas e agora, com o quintal de sua casa no Setor Goiânia 2 revitalizado, consegue colocar as habilidades em prática. “Passo horas mexendo c...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários