Um pedacinho do passado encravado no coração da capital. De comidas típicas a uma variedade de artesanatos, passando por raízes, tabacarias e vestuários, tudo bem distribuído pelos corredores dos mais de 100 feirantes instalados ali. É, literalmente, a expressão “tudo ao mesmo tempo e agora”. A história do Mercado Central de Goiânia acompanha a cidade desde 1950 e ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários