Filmes, séries, programas e outras produções audiovisuais podem escolher alguns caminhos para sair do papel. Um deles é fazer de maneira independente, por intermédio de financiamento público; outro é ser encabeçado por players, como canais de TV privados e plataformas de streaming. As possibilidades e diferenças de cada um é o que o diretor e roteirista Marcelo...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários