Em fevereiro do ano passado, a banda paulista Liniker & Os Caramelows anunciava sua separação após cinco anos de carreira, dois álbuns, uma coleção de shows dentro e fora do Brasil, uma indicação ao Grammy e uma multidão de fãs. Na época, o grupo fez questão de enfatizar que não se tratava nem de um hiato nem de um fim, ou pelo menos não necessariamente. Era o ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários