A ordem é direta e clara. Se a mulher não estiver a fim, vai ter que ficar. O homem veio para acabar com sua vidinha de balada. Se reclamar, vai ter que casar também e com comunhão de bens. Parece a história de um relacionamento abusivo, mas é a letra de um dos maiores sucessos do momento na música sertaneja. Apesar do teor imperativo, o tom da canção é de romance....

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários