A gravação do novo disco da sertaneja goiana Lauana Prado foi quase um No Limite, mas sem precisar passar por prova da comida com olho de cabra. A primeira parte do álbum Natural, recém-lançado nas plataformas digitais, foi gravado durante 11 dias no Parque Estadual do Jalapão, no Tocantins. Em um local com pouquíssima estrutura e com regras ambientais rígidas,...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários