Centenas de livros, teses, artigos, dissertações e monografias já foram escritas sobre Mário de Andrade (1893-1945), o que o torna provavelmente o segundo autor brasileiro mais estudado, atrás apenas de Machado de Assis. Nada surpreendente quando se descortina sua múltipla face artística: prosador, escreveu romances e contos com a dicção do texto modernista; crítico, apontou ca...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários