Laudo pericial da Polícia Federal descartou ação criminosa no incêndio que destruiu o Museu Nacional, no Rio de Janeiro, em setembro de 2018. A investigação foi encerrada nesta segunda-feira (6). A perícia confirmou que o início do fogo ocorreu em um auditório no primeiro andar, próximo à entrada principal do museu. O incêndio teria tido como foco um dos aparelhos de ar ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários