O prédio de projeto barroco, mas com linhas não tão rebuscadas quanto o estilo pediria, ergue-se na cabeceira da Praça do Coreto como que a dizer a quem passa pelas ruas de pedra logo ali em frente: “Sou um dos símbolos deste lugar. Por minha fachada passou a História de Goiás”. Esse cartão-postal da antiga capital goiana tem razão. Nos últimos 240 anos, a Igr...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários