Maurício de Sousa queria ser cartunista, mas acabou caindo de paraquedas em investigações policiais como repórter da Folha da Manhã (atual Folha de São Paulo). Ilustrava suas matérias por meio do desenho e, em 1959, ilustrou o seu primeiro personagem, o cãozinho Bidu. A partir de uma série de tiras em quadrinhos com Bidu e seu dono Franjinha, o artista criou u...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários