Quando completou 18 anos, a estudante Ana Clara de Britto Guimarães viu grande parte de seus amigos e colegas de faculdade se movimentarem para tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Para ela, no entanto, isso estava longe de ser uma prioridade. Agora, aos 24 anos, a opinião permanece a mesma. “Nunca tive interesse. Quando preciso sair, peço um carro ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários