Um dia, Macondo amanheceu assolada por uma peste. A cidade imaginária inventada por Gabriel García Márquez e que é protagonista do romance Cem Anos de Solidão tinha perdido a capacidade de dormir. Por dias, os habitantes ficaram desesperados, tentando as mais diferentes técnicas e remédio – tomar chás antigos, repetir piadas, nada adiantava.Até que se acostuma...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários