Dois dos cinco filhos de Glauber Rocha seguiram a carreira do pai na direção de cinema – Paloma, 60, de modo intermitente, e Eryk, 42, com produção mais contínua. Seria pouco razoável, injusto até, comparar as criações deles às do pai, o maior nome da história do cinema brasileiro. Ambos, porém, têm algo interessante a dizer e sabem como o fazer, conforme se nota...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários