Em um Brasil de 1961, a democracia é posta em risco. Quando Jânio Quadros renuncia à Presidência da República, o vice-presidente João Goulart torna-se o sucessor natural ao cargo. No entanto, setores da sociedade, liderados pelos militares, clamam pelo impedimento da posse. É nesse cenário que Leonel Brizola cria um movimento para garantir os direitos democráticos, ...

Olá, esta matéria é exclusiva para assinantes.

Não sou Assinante.

Para ler a matéria você pode usar as chaves de convidado e desbloquear o conteúdo.
QUERO ASSINAR
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários