Marcelo Rubens Paiva tinha 20 anos quando decidiu ir a um lago às margens da rodovia dos Bandeirantes, em São Paulo. Mergulhou, bateu a cabeça em uma pedra e viu sua vida mudar completamente. O acidente deixou o escritor tetraplégico e ele próprio, poucos meses depois, resolveu contar a história em Feliz Ano Velho.Lançado em 1982, o livro autobiográfico narra a ...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários