Todo goiano que se preza sabe contar um bom “causo”. Para muitos é essa experiência da oralidade, passada de geração para geração, que faz com que os que nascem em Goiás sejam tão engraçados aos olhos de quem é de fora. Apesar de não acreditar que exista um “jeito goiano” de fazer humor, o músico e comediante Fabiano Cambota, da banda Pedra Letícia, aponta que o sotaque e...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS

Navegue pelo assunto:

Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários