Quando a pedagoga Danielle Bueno Amaral, de 36 anos, postou no grupo da família no WhatsApp o primeiro vídeo do filho Bruno Bueno Araújo, na época com seis meses, comendo um gomo de mexerica sozinho causou um susto nos avós. Preocupados, eles achavam que o neto poderia se engasgar com aquele método de introdução alimentar. O bebê, que até então só mamava, se de...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários