Rock, funk ou sertanejo. MPB, reggae ou erudito. Na gestação e nos primeiros anos de vida, o gênero musical é o que menos importa. O fundamental é que de alguma forma o bebê seja exposto a estímulos sonoros. Pode ser aquela conversa com a barriga, cantarolar, mesmo que seja desafinado, o seu repertório favorito para o filho ou usar certos objetos como instrument...

Você se interessou por esta matéria?

Assinar O Popular

Você terá acesso ilimitado
a todo o conteúdo
VER PLANOS
Os comentários publicados aqui não representam a opinião do jornal e são de total responsabilidade de seus autores.

Comentários